web telhadoHoje acordei com o teto.
Ele falou comigo e disse que ia desabar.
Achei estranho, mas não quis falar mais com ele.
Depois de vários avisos, ele desabou
Ficando mais frágil e vulnerável.

Nunca conheci um teto com este.
Amigo, protetor, conselheiro e meigo nos dias de chuva.
Mas, agora, a nossa amizade chegou ao fim.
Aquelas bases não eram amigas de ninguém
e tinham inveja do teto, porque já o suportavam há muito tempo.

Elas preferiram matar o teto sem piedade.
É caso para dizer que os tetos não têm coração.
E assim foi a história do meu lindo teto que
Hoje vive no fundo do oceano.
Hilário Manjate (9.ºA)

Comentar


Código de segurança
Atualizar

jornalarte quad

pontalingua quad

Logo UPA

despesc

Topo