web voluntariado jun18
Um grupo de 48 alunos da Escola Primária Completa da Polana Caniço B, acompanhado por dois professores, efetuou, na manhã de hoje, uma visita à Escola Portuguesa de Moçambique – Centro de Ensino e Língua Portuguesa (EPM-CELP) para participar no programa de atividades preparado pelos colegas do “10.°C” da nossa Escola que, no decorrer do ano letivo prestes a terminar, promoveram a leitura, escrita e expressão artística na escola moçambicana. Juntos comemoraram, assim, o encerramento do programa Educação para Voluntariado da EPM-CELP do ano escolar 2017/2018.

O dia iniciou com a exibição, no Auditório Carlos Paredes, do filme “Rio 2”, sobre questões ambientais, e, no fim da sessão, os alunos discutiram os problemas apresentados na película e as suas soluções para Moçambique. O enredo, que gira em torno da viagem das araras-azuis Blu e Jade em busca de um mundo mais selvagem, longe da vida tranquila das jaulas domesticadoras da sua natureza, destaca a preservação da floresta e da vida animal.

Num ambiente mais descontraído, os alunos das duas escolas partiram para os campos da EPM-CELP onde, misturados nos vários grupos na altura constituídos, praticaram futebol, voleibol e dança. Estas atividades só terminaram para dar lugar ao lanche partilhado com todos os estudantes envolvidos.

web voluntariado1 jun18Para a diretora de turma do “10.°C”, Luísa Antunes, a festa de hoje foi o culminar do projeto Educação para o Voluntariado, iniciado no primeiro período do ano letivo 2017/2018, explicando que “os alunos prepararam uma série de trabalhos que foram sendo desenvolvidos a partir do segundo período, no final de janeiro, consistindo em, duas vezes por semana, promover o domínio de leitura, escrita, expressão plásticas e matemática junto dos alunos da EPC da Polana Caniço B”. Professora e alunos referiram as muitas dificuldades sentidas, pois “subsistem dificuldades nas áreas da leitura e da escrita, mas graças ao trabalho em equipa, diria que estamos a conseguir ultrapassar alguns obstáculos”, declarou Luísa Antunes.

Fazendo balanço do decorrer dos três períodos do ano letivo, Luísa Antunes mostrou-se satisfeita e acredita que a experiência é positiva para a EPM-CELP e para a EPC Polana Caniço, uma vez que, a par do esforço conjunto para ultrapassar dificuldades, houve espaço para a partilha de conhecimentos e muita interação e convívio sociais entre os alunos de ambas as escolas.

jornalarte quad

pontalingua quad

letraletra quad

despesc

Topo