cplp ff mptA Língua possibilita a comunicação entre os povos e facilita as interações sociais.
Os alunos do 4.º D do Centro Escolar de S. Julião – Tavarede, na Figueira da Foz, Portugal, cientes da globalização que vivenciamos, associaram-se à sua comemoração ao aceitarem a proposta de atividade da professora Dulce Cabeço.

Tudo começou cedinho com a descoberta dos Países de Língua Oficial Portuguesa e de algumas curiosidades sobre os mesmos, ao que se seguiu uma ligação em direto à escola Portuguesa de Moçambique, em Maputo, onde lecionam a turma do 1º C as professoras Regina Traveira e Margarida Cancela.

As tecnologias ajudaram-nos a viajar entre os continentes africano e europeu num instantinho e a descobrir costumes e interesses de quem está longe, mas partilha o desejo de aprender e falar a Língua Portuguesa.

Foi uma experiência muito interessante e enriquecedora que entusiasmou todos os intervenientes que estreitaram laços e fomentaram a ideia de que não há distâncias, nem diferenças intransponíveis, que somos todos cidadãos do MUNDO e não apenas de um território, independentemente do seu nome, localização ou Língua.

Agora, só nos resta aguardar pela próxima viagem por outro PALOP, com a certeza que a Língua Portuguesa é o elemento que nos une.

Até breve!


Dulce Cabeço, professora do Centro Escolar de S. Julião – Tavarede, na Figueira da Foz

Regina Traveira, professora da Escola Portuguesa de Moçambique Centro de Ensino e Língua Portuguesa, em Maputo

Figueira da Foz e Maputo,
5 de maio de 2021

Comentar


Código de segurança
Atualizar

pontalingua quad

biblioteca

Logo UPA

despesc

Topo