AE epmcelp 2021“Foco, determinação e trabalho” é o lema dos novos órgãos sociais da Associação de Estudantes (AE) da Escola Portuguesa de Moçambique – Centro de Ensino e Língua Portuguesa (EPM-CELP) que hoje tomaram posse numa cerimónia oficial dirigida pela presidente da Comissão Administrativa Provisória (CAP), Luísa Antunes, e que contou com a presença da coordenadora do Ensino Secundário, Ana Besteiro. Os novos rostos da AE foram eleitos para o ano letivo 2021/2022 através de uma votação online que ocorreu no dia 1 de novembro.

Numa corrida eleitoral entre duas listas, a “F” conseguiu sobrepor-se à “Z”, conquistando 61,2 por cento do eleitorado num universo de 734 inscritos. A lista “Z” conseguiu 38,8 porcento de votos e a abstenção chegou a 51,49 por cento dos eleitores. Assim, Chayanne Sousa, Marco Fidel e Thamim Mahomede, todos do 12.ºB, compõem a lista dos membros da Direção da AE. Foram igualmente empossados os membros do Conselho Fiscal, presidido pela aluna Kandara Matlaba (11.ºC), da Assembleia-Geral, presidida por Pedro Alvim (12.ºB) e os Suplentes com Sameer Ismail (12.ºB), Zwanga Matlhaba (10º.C) e Yannick Bagasse(11.ºA2).

Na cerimónia, a presidente da CAP mostrou-se satisfeita com a audácia e perspicácia dos adolescentes, incluindo os projetos propostos para o seu mandato, referindo que “O que nós queremos é que a AE seja interventiva e que, sobretudo, desenvolva atividades no âmbito da educação cívica. Por isso, lhes colocamos agora o desafio de organizarem a campanha de recolha de bens e roupas para crianças no âmbito da iniciativa que nos foi sugerida pela VAMOZ”, explicou a dirigente para quem “Quereremos que estes alunos trabalhem em prol dos colegas e que os seus projetos possam contribuir para o bem-estar de todos os alunos da EPM-CELP”.

AE epmcelp pLuísa Antunes realçou ainda o compromisso que os novos eleitos devem ter para com os mais novos pois “por serem mais crescidos, acabam por ser o modelo para os mais novos. E gosto disso porque eles têm um programa de atividades que procura abranger todos os ciclos de ensino. Ou seja, eles representam todos os alunos desta Escola”.

Com cerca de 15 projetos na manga, Chayanne Sousa, atual presidente da AE, mostra-se otimista e quer “Tentar organizar a Escola com ideias concretas para resolver os problemas dos alunos”. O plano, segundo disse, parte pelo envolvimento de toda a comunidade educativa em projetos de solidariedade e reciclagem. E a argumenta: “queremos que a nova geração sinta que a nossa EPM-CELP está a melhorar aos poucos, chamando-os para a missão da consciencialização e de solidariedade. Alguns dos projetos, por exemplo, é ir aos orfanatos, organizar recolha de donativos na Escola e promover campanhas de limpeza”.

Ambiciosos, os projetos da AE passam também pela organização e implementação de workshops para enriquecer o currículo dos alunos, promover debates de assuntos de âmbito mundial (acontecimentos sociais, sexualidade, Internet, preparação para o futuro, etc.), trazendo pessoas específicas de cada área, promover cursos de dança, pintura, fotografia e muitos mais para os representados.

Para o mandato 2021/2022, os Membros Constituintes da AE são:

Direção
Presidente | Chayanne Sousa
Vice-presidente | Marco Fidel
Secretária | Thamim Mahomed
Tesoureira | Sheisa Pilica
Secretária | Suelly Fernandes
1.º Vogal | Luana Santos
2.º Vogal | Chantell Rebelo
3.º Vogal | Karen Fernandes

Suplentes
Sameer Ismail
Zwanga Matlaba
Yannick Bagasse

Conselho Fiscal
Presidente | Kandara Matlaba
Vice-presidente | Manuel António
Secretário | Gerson Chilengue

Mesa da Assembleia-Geral
Presidente | Pedro Alvim
Vice-presidente | Mariana Coelho

Comentar


Código de segurança
Atualizar

pontalingua quad

biblioteca

Logo UPA

Logo UPA

despesc

Topo