visita Museu Craveirinha pNo passado dia 3 de março de 2022, a turma do 12º ano do Curso Profissional de Técnico de Turismo realizou uma visita de estudo à Fundação José Craveirinha, no âmbito da disciplina de Português, tendo esta sido a primeira visita integrada nas comemorações do centenário do poeta.

A Fundação José Craveirinha, onde funciona, igualmente, o Museu de José Craveirinha, fica localizada na emblemática zona da Mafalala, famosa “incubadora” de grandes desportistas nacionais, tais como Eusébio, Mário Coluna, Lurdes Mutola, entre vários outros.

À chegada ao local, a turma foi calorosamente recebida pelo filho do Poeta (Zeca), que é o curador do museu e responde por todo o espólio de seu Pai. Durante a visita, os alunos tiveram também a oportunidade de ouvir, da boca de Zeca, como é carinhosamente tratado pelos amigos, várias histórias sobre a vida do grandioso José Craveirinha.

A Fundação José Craveirinha funciona na casa onde o Poeta viveu os seus últimos 27 anos. De acordo com Zeca, a casa foi oferecida ao Poeta pelo primeiro Presidente da República de Moçambique, Samora Moisés Machel, em reconhecimento do seu importante papel como ativista do movimento da libertação de Moçambique.
visita Museu Craveirinha p2
Depois do acolhimento inicial, Zeca sugeriu que os visitantes se dividissem em dois grupos que fariam a visita em percursos alternados e que no final se juntassem todos no espaço onde antigamente funcionava o escritório do Poeta. Neste espaço, os alunos contactaram com inúmeras obras de arte como pinturas de diversos artistas nacionais e internacionais, esculturas, gravuras e inúmeros artefactos como máscaras de Mapiko, tambores e outros instrumentos musicais. Foi também nesta sala onde os alunos puderam conversar com Zeca e questionar acerca da Casa-Museu José Craveirinha e sobre a vida do autor.

Durante a visita, os alunos puderam observar o projeto do futuro Memorial e Centro Cultural José Craveirinha, que ficará localizado na entrada lateral do Estádio do Zimpeto, bem como muitos objetos pessoais, designadamente roupas do Poeta, coleções de notas e moedas antigas, discos de vinil e muitos livros da sua biblioteca particular.

Esta visita constituiu, na opinião de alguns alunos, um momento muito emotivo e memorável, na medida em que puderam privar com alguém que viveu, quase toda a sua vida, ao lado do Poeta, e que com eles partilhou muitas histórias e curiosidades, não só sobre José Craveirinha, mas também sobre muitos outros artistas e atletas que com ele conviveram, assim como sobre o Bairro da Mafalala. Foram duas horas preenchidas de muita conversa misturada com muito humor e muitas gargalhadas.

Zeca partilhou com os alunos histórias da prisão de José Craveirinha, que dividira a cela com Malangatana, e contou que, durante esse período, seu pai nunca deixou de fazer exercício físico. No seu escritório ainda permanecem os halteres improvisados na altura para a prática da musculação.

No final do encontro, depois dos agradecimentos, Zeca relembrou que a Escola Portuguesa de Moçambique é a única escola em Moçambique que realiza visitas regulares à Fundação com os seus alunos. E manifestou uma profunda tristeza por não ver o legado de seu pai ser valorizado por aqueles por quem ele tanto lutou.

visita Museu Craveirinha s

Comentar


biblioteca

Logo UPA

despesc

pontalingua quad

pna

Logo UPA

jornalarte quad
Logotipo 1 vencedor
Topo